Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Gosto disto, e então?

Por Patrícia Costa

Por Patrícia Costa

Gosto disto, e então?

11
Dez20

O Natal da Luísa Sousa...

Patrícia Costa

Somos um pais pequeno mas cheio de tradições, que variam bastante de região para região.

Pedi à Luísa Sousa (autora dos blogues  "Uma pipeta de sucesso", "Blog de moda e estilo", "Guia do envelhecimento ativo" e "Mais boa forma"), que partilhasse connosco uma memória ou uma história sobre o Natal...muito obrigada querida...que delicia!

O presépio-lapinha da minha avó

luisa.jpg

Na “Festa”, conhecida como a quadra natalícia na Ilha da Madeira, costumávamos ir à casa da minha avó materna “ver a lapinha”.

Íamos a pé, cortando caminho por veredas, muito íngremes, a subir e a descer, mas com paisagens magníficas.

Costumava apanhar florinhas pelo caminho e fazia um ramo para oferecer ao Menino Jesus.

Era habitual “irmos ver a lapinha na Festa” a casa de familiares e amigos.

E eu adorava ver a lapinha da minha avó. Era colocada à entrada, de frente para a porta da “casa de jantar”, para que a visitas a pudessem apreciar.

A lapinha, o presépio típico madeirense que a minha avó fazia, era em escadinha e consistia num pequeno altar de três lanços de escadas, que era colocado sobre uma mesa ou cómoda coberta com uma toalha vermelha e, por cima desta, uma outra toalha branca rendada, de bordado madeirense.

No topo da escada, era colocada a imagem do Menino Jesus, rodeada por um arco de flores de papel – o “arquinho do Menino Jesus” e ladeada por duas jarras com sapatinhos (flores da Madeira em forma de sapatinho).

Nos outros degraus, apresentavam-se os pastores e outras figuras do presépio e frutos madeirenses como laranjas, tangerinas, pêros, anonas, castanhas e nozes.

Não podiam faltar as searinhas de trigo, milho e lentilhas. Julgava-se que assim teríamos a “bênção” do Menino Jesus para boas colheitas.

Era habitual também acrescentarem folhas de feto, garrafinhas de vinho, licores caseiros e uma lamparina de azeite a arder.

luisa 2.jpg

Atualmente na época natalícia podemos ver em espaços públicos, por toda a Ilha da Madeira, a tradicional lapinha em escadinha e a de rochinha, “fruto da criatividade e genuinidade das gentes madeirenses que, fora das suas casas, transmitem aos que os visitam o espírito de partilha e cooperação vivido entre todos, bem como as características peculiares de cada povoado”.*

Quero agradecer à Querida Patrícia o convite que me fez e por ter a oportunidade de partilhar um pouco da tradição natalícia madeirense.

 

Luísa de Sousa

* Fonte: https://www.passaronoombro.com/cultura/presepios-originais-na-ilha-da-madeira/

 

47 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub